teaser

o-projeto

O Projeto

O alimento é um tema rico, complexo e encantador de qualquer cultura. É um elemento agregador que une as pessoas. Em volta das mesas, muitas famílias se reúnem e passam o tempo juntas. Muitas histórias acontecem.

Receita de Felicidade, de autoria de Paula Santisteban e Eduardo Bologna, busca valorizar e criar possibilidades de encontros nos momentos cotidianos da vida, nos quais aromas e sabores da culinária são panos de fundo de um dia inteiro, desde o despertar até o adormecer. Lançado em 2008, é o primeiro Livro Musicado da produtora de conteúdo artístico-educacional Música em Família.

O Livro, inspirado em um caderno de receitas, é composto por seis estações. Cada estação contém um poema, uma canção e dois espaços para registro da criança: um para ser realizado na escola, a partir das vivências propostas pelos professores; e outro para ser desenvolvido em casa, a partir da vivência com a família.

As estações são passeios por temas como: história dos sobrenomes, receitas de felicidade em gestos de afeto, momentos com pessoas queridas, a culinária e o prazer de estar em família, o encontro no mundo da imaginação e a alegria de celebrar. Além disso, possibilitam a expressão da criança por diversas linguagens, como música, artes plásticas e visuais, o diálogo, os gestos, a fotografia, a brincadeira, o faz de conta, o texto literário e outras.

O disco Receita de Felicidade foi concebido com a finalidade de criar uma atmosfera suave, com toques de música francesa, italiana, brasileira e norte-americana, mas principalmente em torno de um estilo musical muito popular nos anos 1930, chamado Jazz Manouche – ou Jazz Cigano – com a presença predominante da guitarra cigana, instrumento característico do maior expoente do estilo, o músico belga “Django Reinhardt”.

Aqui você conhecerá essas e outras curiosidades de Receita de Felicidade e poderá assistir a vídeos com inspirações do projeto, conhecer poemas e músicas, o livro do aluno e o livro do professor.

Divirta-se e boa viagem!

estrelando

Estrelando…

A primeira proposta do Livro do Aluno convida a criança a ser o chef que realiza as receitas. Ela pode se colocar como personagem principal do livro, que propõe vivências de momentos, emoções e troca de histórias com aqueles que ela ama, para que crie sua Receita de Felicidade. Ao mesmo tempo, é um momento em que pode perceber-se pertencente ao grupo, investigando quem ela é e quem são esses outros que a acompanham em sua jornada escolar.

estacao-one

estacao-one-conteudo
 

Nesta Estação, apresentamos a ideia central do livro: um passeio ao longo de um dia inteiro com as pessoas que a criança ama, podendo desfrutar de momentos significativos juntos.

 

“Aprendi a cozinhar com a mamãe… a mamãe é francesa e na França a maioria das mães cozinha super bem… minha avó cozinha super bem. Na França tem muito isso, todo fim de semana… sábado, domingo… tem almoço que começa meio dia e acaba cinco da tarde. Presenciei muito isso na minha infância. Fiquei muito perto da minha mãe na cozinha”.

Xavier Leblanc.
Chef de cozinha.

 

Poema e música misturam culinária, família e emoções e tratam dos momentos de relação efetiva e afetiva em família, que acontecem por meio de simples encontros.

As propostas desta Estação convidam a todos – na escola e em família – a pensarem e repensarem a “Receita da Felicidade”, relacionando-a ao convívio familiar, aos afetos, sensações e sentimentos que são vividos coletivamente, qualificando o tempo que passam juntos, quando um simples programa pode ser muito especial.

estacao-two

estacao-two-conteudo
 

 

A Estação 2 é um convite à celebração, à união em torno da brincadeira e de uma boa refeição ao ar livre ─ uma delícia de piquenique! Um encontro entre pessoas, natureza e a vida, é a vida que acontece junto. Em família ou na escola, esse é mais um momento em que os adultos podem ser crianças outra vez.

 

“É legal que o movimento para o piquenique já comece dentro de casa… O que vamos levar para comer? O que vamos fazer de gostoso? Antes do evento, a família já se envolve. Basta pegar uma maçã, um suco, preparar um sanduíche e montar a cesta. Não é preciso fazer muito. É só estar presente. É preciso dar a possibilidade da criança se desenvolver e deixar que isso venha para fora sem muita direção”

Tatiana Weberman.
Idealizadora do movimento Slow Kids.

Esse encontro à luz do dia aparece no poema e na música em descrições e metáforas que saltam os sentidos daqueles que entram em contato com essas inspiradoras sensações ─ cores que invadem os olhos, formas que lembram quindins, aromas que espalham histórias…

estacao-three

estacao-three-conteudo
 

 

A Estação 3 convida para um divertido e afetuoso encontro na hora do almoço. É um momento para que as crianças e seus entes queridos se divirtam com os elementos que giram em torno da cozinha e da culinária, envolvidos em aromas, sabores, cores e texturas, qualificando as relações humanas por meio do convívio – é o estar junto, verdadeiramente junto. Carinho, atenção, alegria e histórias são ingredientes que nutrem e dão sabor especial a qualquer refeição.

 

“Refeição em família é muito importante. Eu sei que hoje em dia a vida das pessoas é bastante conturbada, têm pouco tempo pra estar em casa. Mas, seria importante que conseguissem estabelecer pelo menos uma das refeições juntos. As crianças aprendem muito durante a refeição… aprendem a se relacionar, a conversar, a entender como essa família funciona… A criança aprende também hábitos cotidianos muito simples; como segurar um talher, como se portar e esperar a vez do outro – um está falando e o outro escuta – estabelecer uma conversa”

Paula Fava Ditt Lutti.
Terapeuta familiar e orientadora educacional.

O poema ativa os sentidos, dando forma às imagens, resgatando memórias olfativas, gustativas, visuais e auditivas. A música canta a partilha do alimento, incentivando o sentar-se ao redor da mesa acompanhado de pessoas queridas e de convidados especiais, transformando a ocasião em um momento rico, afetiva e culturalmente.

“Compartilhar a mesa é uma das coisas que trazem mais intimidade e fazem nascer o sentimento de família. Preparar comida provoca esse prazer de estar nutrindo e cuidando.”

Carol Enguetsu Lefevre.
Arquiteta, artista plástica, zen-budista, designer gráfica, professora de yoga e ilustradora.

estacao-four

estacao-four-conteudo
 

 

A Estação 4 propõe uma viagem entre realidade e fantasia, na qual o universo cinematográfico se apresenta como a nave que a conduz. Sentidos e sensações se misturam com cheiro de pipoca, palavras, sustos e piadas engraçadas. Histórias compartilhadas que elevam os telespectadores (crianças, famílias e educadores) ao papel de protagonistas em um momento de encontro repleto de afeto.

 

“…que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc. Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós.”

Manoel de Barros.
Poeta.

Enquanto o poema convida para uma sessão de cinema aconchegante, a música inspira uma bela brincadeira de faz de conta, que pode ser um filme de terror, bangue-bangue, ação ou pastelão. As propostas da Estação ampliam essas experiências, envolvendo criação, interpretação e descobertas das crianças junto à família e aos colegas da escola.

estacao-five

estacao-five-conteudo
 

 

A Estação 5 começa com a cena da hora do banho, na qual a criança se prepara para receber visitas que a acompanharão em um jantar especial e popular, típico da cozinha italiana: a pizza ─ um encontro festivo!

“A festa mais linda e muito gostosa é a que está todo mundo envolvido! A vó faz o bolo e a mãe os docinhos… de repente tem um tio mais animado que brinca com as crianças. Essas são as festas que marcam muito mais.”

Elisa Roorda.
Criadora do Mamusca.

O poema “3,2,1… Água” trata de cuidados para uma ocasião especial. Vale se preparar com um banho caprichado, uma roupa bonita, a escolha cuidadosa do cardápio, a mesa bem arrumada. A canção “Tudo Acaba em Pizza” retrata esse encontro especial: pizza, música alegre, pessoas que cantam, conversam e gesticulam. Uma celebração em torno da mesa com pessoas queridas!

estacao-six

estacao-six-conteudo
 

 

A Estação 6 traz o recolhimento, o acalanto, o fim do dia, e o fechamento dos encontros vividos durante o projeto Receita de Felicidade.

O poema Durma com os Anjos retrata sensações, cores, texturas, luzes e sombras do momento antes do sono ─ tempo de reviver as emoções, brincadeiras e encontros; momento calmo, convidando a um aconchego antes de dormir.

“A hora de dormir pode ser mágica e pode ser bem difícil, dependendo da criança, e da mãe e do pai… É um momento de desaceleração… desligar a televisão, telefones, ipads… tudo que conecte. Embarcar num sono gostoso com uma história pode ter múltiplos significados… acho que é um bom jeito de terminar o dia”

Paula Fava Ditt Lutti.
Terapeuta familiar e orientadora educacional.

A canção Segredo de Família, traz a alegria, convidando a pensar sobre as experiências vividas durante um dia inteiro: do amanhecer ao anoitecer. A ideia da felicidade como um segredo de família volta e é revelada – a simplicidade do estar junto. Mais um convite à união, à cumplicidade e à parceria como modo de viver em família.

“É pela cozinha e pelas práticas à mesa que se produzem as aprendizagens sociais mais fundamentais, e que uma sociedade transmite e permite a interiorização de seus valores. É pela alimentação que se tecem e se mantêm os vínculos sociais.”

Jean-Pierre Poulain.
Sociólogo.

 

estacao-six-contracapa

contato

Contato